EVENTO DE LANÇAMENTO DO DOCUMENTO DE POSICIONAMENTO SOBRE ÁGUA

Evento "Disponibilidade de recursos hídricos, qualidade e governança da água", realizado no dia 17/11/15, com a apresentação do Prof. José G. Tundisi e comentários da mesa especialista: Pedro Jacobi, Juliana Cibim, Stela Goldenstein, Malu Ribeiro, Darcy Brega e prof. João Furtado.
O evento de lançamento foi extremamente rico, em termos de ideias trocadas e conteúdos compartilhados, além de ter gerado grande impacto ao público. Por isso, o Think&doTank conta com a participação de todos os interessados no tema para dar continuidade a esse encontro e diálogo inicial, por meio da realização, juntos, de planos e ações em torno do conhecimento gerado e disseminado! Envie-nos um e-mail: tdtsustentabilidade.org.br
Conheça as principais propostas do documento na apresentação digital: http://bit.ly/1GBywJF.

PRINCIPAIS MOMENTOS DO EVENTO

NAVEGUE ABAIXO PELOS CAPÍTULOS DAS APRESENTAÇÕES REALIZADAS

João Paulo Capobianco: Água é produto comercializável ou bem comum?

João Paulo Capobianco, do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), questionou nossa relação com a água e a forma como a gestão desse recurso é feita atualmente, durante o lançamento do documento de posicionamento “Disponibilidade de Recursos Hídricos, qualidade e governança da água”.

“É impossível fazer uma gestão sustentável desse recurso, vital para a natureza e para nós, seres humanos, sem que recuperemos, aprofundemos o debate em torno das questões de participação da sociedade na discussão sobre o uso desses recursos com o Estado, as empresas e as Organizações da Sociedade.” – João Paulo Capobianco

Assista à fala de Capobianco na íntegra.

 

Malu Ribeiro: sobre a desgovernança

“Desgovernança” foi o tema que embasou a fala de Malu Ribeiro, da SOS Mata Atlântica, durante o lançamento do documento de posicionamento “Disponibilidade de Recursos Hídricos, qualidade e governança da água”.

“Eu chamo atenção para nossa incapacidade de interferir nas políticas públicas, sobretudo de sermos ouvidos e trazermos resultados para garantir o mínimo de direitos que conquistamos na legislação brasileira, sobretudo na legislação ambiental.” - Malu Ribeiro

Vale a pena assistir o trecho de sua fala pelos conhecimentos técnicos e pela reflexão incitada pelo discurso incisivo e apaixonado de Malu.

 

Darcy Brega: água como produto de mercado

Tratar a água como produto de mercado e a Sabesp como uma mera empresa produtora trouxe graves consequências à sociedade, que hoje sente a falta de uma governança dos recursos hídricos mais adequada. Quem traz essa discussão e embasa com muita competência seu discurso, é Darcy Brega, engenheiro florestal, que foi um dos convidados para o debate que aconteceu no lançamento do documento de posicionamento “Disponibilidade de Recursos Hídricos, qualidade e governança da água”.

“Gerar lucro líquido atrai investidores especulativos, que geram uma sensação de uma organização saudável. Está criando e distribuindo riqueza [para acionistas e fornecedores] em tempo real e destruindo valor para os stakeholders de uma maneira geral, em particular para o cliente da companhia, de uma forma estratosférica!”

Veja a fala completa de Darcy e procure sair da “dupla cegueira” que o engenheiro cita no início de sua fala.

 

Pedro Jacobi: a nova cultura da água

Qual a reponsabilidade da sociedade perante à crise hídrica enfrentada atualmente? Pedro Jacobi, da USP, durante o lançamento do documento de posicionamento “Disponibilidade de Recursos Hídricos, qualidade e governança da água”, trouxe alguns aspectos culturais da nossa sociedade que contribuem para a manutenção do problema.

“As sociedades se tornaram, em geral, extremamente individualistas. Então, tudo aquilo que o poder público não estimula, não promove enquanto co-responsabilização, também gera uma limitação."

É importante essa discussão cultural, essa questão educativa. Nós somos uma sociedade do ‘ex post’ [depois da ocorrência], não do ‘ex ante’ [antes da ocorrência]. Ou seja, a cultura do prevenir parece que dá trabalho.”

Confira a fala completa de Jacobi no vídeo.

 

 

João Salvador Furtado: usar a crise atual para ver o futuro

Um dos idealizadores do Think&doTank é o saudoso João Salvador Furtado. No último evento que participou, o lançamento do documento de posicionamento “Disponibilidade de Recursos Hídricos, qualidade e governança da água”, Furtado ressaltou que o papel do Think&doTank “vai além de geração de conhecimento e do compartilhamento disso amplamente. Ele se propõe a reunir pessoas para que a gente possa, não só compartilhar conhecimento, mas também convocá-los para participar das iniciativas.”

Escrito por José Galizia Tundisi, o documento tem grande importância para o projeto nesse sentido:

“Entendam que esse documento não propõe uma discussão da crise atual, mas usar a crise atual para ver o futuro” – declarou o professor Furtado.

Veja a inspiradora fala de João Furtado durante o evento e junte-se a esse movimento transformador ao qual o professor convida para que todos participem.

 

 

Sessão Q&A + João Salvador Furtado, Juliana Cibim e José Galizia Tundisi

João Salvador Furtado ainda lançou um desafio durante o evento com relação aos temas tratados durante o evento:

“Nós gostaríamos que todos vocês pudessem sugerir medidas objetivas de como implementar determinadas soluções, procedimentos e ideias e a quem direcionar essas ideias. Divulgaremos todas as sugestões através do site do Think&doTank Sustentabilidade. Nós gostaremos muito de transformar algumas dessas sugestões em ações proativas, encaminhando essas propostas de resolução a quem de direito.”

A fala completa do professor Furtado, para entender melhor qual o escopo desse desafio e como participar dele, está no vídeo da sessão de perguntas e respostas, que aconteceu ao final do evento de lançamento.

 

Juliana Cibim: água como um bem comum, um bem compartilhado

Juliana Cibim, do IDS, não poderia ter usado melhores palavras para encerrar o debate que aconteceu no lançamento do documento de Posicionamento “Gestão dos Recursos Hídricos, qualidade e governança da água”. Suas palavras resumem o que nós esperamos de resultado de eventos como esse:

“A água tem que ser vista como um bem comum, um bem compartilhado, e nesse contexto, esse tema nos permite olhar para o passado como um aprendizado, olhar para o presente como um desafio, e para o futuro como a possibilidade de construir uma nova cultura.”

Para ver a fala da Juliana completa acesse o vídeo disponível abaixo.

 

José Galizia Tundisi: Nova Economia

Uma nova economia é possível no Brasil? O autor José Galizia Tundisi falou sobre como investir em Sustentabilidade traz um retorno muito mais sólido que o financeiro:

“O Brasil poderia ter uma outra economia se tivesse mais capacidade de aprofundar a gestão dos seus recursos naturais, principalmente a questão da água. Essa visão da exploração do recurso sem um investimento na Sustentabilidade é o foco do problema. O problema é que você deve visar ao lucro por investir em Sustentabilidade, e não um lucro financeiro.”

A fala completa do professor Tundisi, assim como dos outros palestrantes, pode ser assistida no vídeo completo, que ainda traz uma sessão de perguntas e respostas, realizada ao final do evento. Para saber mais sobre o documento, faça download do arquivo abaixo.

 

 

José Galizia Tundisi: seu Raimundo

José Galizia Tundisi contou uma história bastante divertida e curiosa durante o evento de lançamento do documento de posicionamento “Gestão dos Recursos Hídricos, Qualidade e Governança da Água”, de sua autoria, que nos mostra o quanto é importante valorizar os conhecimentos tradicionais e populares:

“Eu trabalhei no Brasil inteiro e quando eu chegava num lugar, tinha lá o ‘seu Raimundo’. O seu Raimundo trabalhava para mim num lago do Amazonas. O seu Raimundo morava próximo ao lago, explorava o lago, explorava a várzea. Ele olhava meus instrumentos – eu tinha um projeto para estudar esse lago... Eu ia fazer as medidas e perguntava para ele:

- Seu Raimundo, como o senhor acha que o lago está funcionando hoje? – antes de fazer as medidas.

Ele dizia para mim:

- Professor, hoje tá tudo misturado!

Eu olhava de um lado para o outro. Aí eu fazia o perfil de oxigênio e temperatura e era uma linha reta. Mas aí, chegava um dia e eu dizia:

- E hoje, seu Raimundo?

- Ah, hoje tem um lago em cima do outro.

E era batata: tinha um lago mais quente em cima e um lago mais frio embaixo.

Não sei... Ele olhava para cá e olhava para lá e sabia. Nunca errou!”

Ao contar essa história, Tundisi aproveitou para falar sobre a importância da apropriação de conhecimento sobre recursos hídricos por parte da população.

 

 

 

José Galizia Tundisi: Hardware e Software

José Galizia Tundisi ainda fez uma analogia interessante com os conceitos de Hardware e Software para explicar como podemos aprimorar, de forma sustentável, nossa capacidade de gestão dos recursos naturais durante o lançamento do documento de Posicionamento “Gestão dos Recursos Hídricos, qualidade e governança da água”.

“O Hardware são os grandes projetos de engenharia. O Software é a natureza, que levou 4 bilhões de anos para de ajustar. Precisamos desenvolver um processo de integração do software da natureza com a engenharia.”

 

 

 

DOCUMENTO DE POSICIONAMENTO

VERSÃO COMPLETA

DOCUMENTO DE POSICIONAMENTO

RESUMO EXECUTIVO

INTEGRANTES DA MESA

José Galizia Tundisi é um dos maiores pesquisadores na área de recursos hídricos
IIE
O Prof. Dr. José Galizia Tundisi é graduado em História Natural pela Universidade de São Paulo, com mestrado em Oceanografia…
Pedro Jacobi (USP)
USP
Possui graduação em Ciências Sociais (1973) e em Economia (1972) pela Universidade de São Paulo. Mestrado em Planejamento Urbano e…
malu ribeiro
SOS Mata Atlântica
Coordenadora da Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica.
Image processed by CodeCarvings Piczard ### FREE Community Edition ### on 2015-06-24 17:09:41Z | http://piczard.com | http://codecarvings.com
IDS
Atualmente é coordenadora do curso de especialização em Governança Global e Gestão de Sustentabilidade Corporativa e professora de direito internacional…
stela goldenstein
Águas Claras
Diretora executiva da Associação Águas Claras do Rio Pinheiros e ex-secretária adjunta de Meio Ambiente do Estado de São Paulo.
darcy brega
engenheiro autônomo
Graduado em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Viçosa - UFV (1980). Cursou o programa de pós-graduação em Ciências da…